Lembra-se de quando me pediu pra ficar?
Lembra-se de quantas vezes eu disse não e que não daria mais certo?
Lembro-me de quantas vezes me perdi e me encontrei nos seus braços.
Agora me pego recordando de tudo o que vivemos, e vejo que essas são apenas pequenas partes de nossa história, que parece renascer das cinzas, como uma Fênix sempre a cumprir seu destino, aceitando a morte necessária para poder insistir na vida, nascendo renovada, sempre com uma nova roupagem, com um novo brilho no olhar e uma força renovada nas asas, tomando um novo fôlego pra se lançar em um voo, sobre esse abismo que sempre nos lançamos de olhos fechados, de peito aberto, sem olhar pra trás. Você tem suas teorias para explicar porque sempre damos certo, quando achamos que não daria mais. Eu ainda acho que somos masoquistas. O fato é que estamos sempre nos encontrando pelos diferentes caminhos da vida, somos como ímãs sempre nos atraindo um para o outro. Mudamos a cada briga, a cada carinho a cada conversa. Retomamos de onde paramos, às vezes avançamos mil anos, mas sempre nos encontramos. E voltamos às perguntas, as assertivas e negativas. Eu sempre dizendo que não dará certo e você me prendendo por mais um ciclo em seu feitiço.


O tempo passa rápido e quando você vê já não está mais ganhando presentes do Dia das Crianças e sim comprando-os para presentear sobrinhos, filhos de amigos ou até os seus próprios filhos. Não temos a certeza de quão rápido nos tornamos adultos, responsáveis, alguns nem tanto. Mas, já estamos olhando com nostalgia para o tempo em que fomos mais felizes, onde ainda carregávamos a pureza do amor sincero e verdadeiro e a inocência do olhar puro. Não sei ao certo porque temos esse feriado, mas de certo que hoje comemoramos aquilo que queremos de volta, comemoramos nossos dias mais puros e perfeitos, comemoramos e presentamos nossas crianças, porque queríamos nós mesmos estar recebendo presente ou mesmo um abraço e um colo de mãe, o direito a um dia inteiro com seu pai, fazendo aquilo que você escolheu fazer, porque hoje é o seu dia. Queremos apenas repousar no sofá e assistir desenho animado um dia inteiro, enrolado naquele velho cobertor, o melhor cobertor do mundo. Comemoramos esse dia porque os nossos dias já pesam demais em nossos ombros. Comemoramos porque, por mais velho que se esteja jamais deixamos de ser, ter e sentirmo-nos como eternas crianças. Às vezes somos ingênuos, às vezes amamos incondicionalmente, mas na maioria das vezes nos sentimos perdidos, desejando apenas, poder correr para o colo de nossos pais e ficar ali, protegido do mundo. Por isso comemoramos esse dia, comemoramos nossas lembranças, desejos e sonhos. Festejamos a nós mesmos.


E então hoje eu me dispo pra você. Me mostro inteira, intensa, completa, imperfeita e complexa. Quero que você me veja, me olhe e me reconheça. Deixo que você veja quem eu sou e, que eu não sou o que te falta. Posso tentar ser aquela que te alegra, que ajuda a agregar e superar as coisas difíceis da vida. Olha, não vamos aqui criar expectativas ok?! Como dizem, não confie na palavra dada em um momento de paixão, então nada de promessas. Só quero que você me veja, tal como sou. Não quero ser aos teus olhos aquela idealizada. Quero ser aquela errada, que te irrita e te faz arrancar os cabelos, mas, que no fim do dia, vai ser a que você deseja ver, porque apesar de toda a irritação, sou aquela que te causa os melhores sorrisos, os beijos mais desejosos e a vida mais interessante. Não quero ser o seu complemento, não busque em mim aquilo que falta em ti. Não procure nada, apenas aceite aquilo que podemos dar um ao outro. Quero ser apenas aquela que faz a sua vida um pouco melhor. Mas de modo algum quero que você projete seus sonhos em mim, mal consigo dar contas dos meus próprios sonhos, que dirá dos sonhos alheios.








A alegria vai tomando conta de mim, as noites que chorei com saudades sua, hoje não passam de lembranças. Enfim estamos na companhia um do outro e essa é a melhor sensação do mundo. Os quilômetros que nos separavam. Os dias e dias que passamos planejado esse dia tão aguardado parecem distantes. Planejei essa noite em cada detalhe, o jantar agradável acompanhado um bom vinho, o passeio pela praia, e olhe só a lua resolveu nos brindar com um belo espetáculo. Andamos pela bela beira da praia como nos filmes, e conversamos sobre tudo. É incrível como o tom da sua voz me soa agradável. O calor da sua pele, a doçura do seu beijo, tudo foi tão esperado que me surpreende o fato de ser exatamente o que eu estava esperando.  Você me fala dos seus planos para os próximos meses, é bom saber que estou neles. Enquanto ouço seus planos, olho para o mar e a cada onda que chega até a praia, sinto meu coração palpitar imaginando que só teremos esse final de semana. Penso em oferecer uma flor a Yemanjá na esperança de prolongar nosso tempo juntos. Mas, logo me dou conta de quão longe meu pensamento está indo e volto a prestar atenção em você, e só então vejo que você está me olhando, talvez, tentando adivinhar no que estou pensando. Sorrio e com doçura, te beijo a face, depois os lábios. Nunca acreditei muito nessa coisa de encontrar a pessoa certa e de como ela faz você se sentir diferente e completo. Você mudou isso, não que eu me sentia incompleta sem você, mas é bom sentir essa estranha completude que sinto agora. Depois de algumas taças de vinho é hora de ir pra casa, o tempo esfriou um pouco. Tomamos um táxi e observo a noite no caminho até em casa, sou eu ou a noite hoje está estupidamente linda? Acho que sou eu, o vinho e sua presença. Tudo isso parece ter inflado meu coração. Ao me aconchegar em seus braços me sinto realmente em casa, protegida, aquecida, desejada e amada. O que mais posso dizer? Estou realmente apaixonada por você.